terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

 

Estou a dias com encomendas para bordar e não consigo nem começar, me dá um surto quando pego na agulha. Todo começo de ano é assim, será o excesso de feriados e festas ? Minha vida ainda não começou, ainda estou jogando coisas no lixo, resolvendo algumas pendências do ano passado, com um certo pavor de sair de casa por causa da enormidade de chuvas que tem caído por aqui, enfim..., não vejo a hora de entrar nos trilhos, talvez depois da quarta-feira de cinzas !  

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Aqueles Olhos Verdes

Milton Nascimento

Composição: Nilo Menendez, Adolfo Utrera, João De Barro
 
Aqueles olhos verdes
Translúcidos serenos
Parecem dois amenos
Pedaços do luar
Mas têm a miragem
Profunda do oceano
E trazem todo o engano
Das procelas do mar

Aqueles olhos verdes
Que inspiram tanta calma
Entraram em minh'alma
Encheram-na de dor
Aqueles olhos tristes
Pegaram-me tristeza
Deixando-me a crueza
De tão infeliz amor

Aquellos ojos verdes
Serenos como un lago
En cuyas quietas aguas
Un día me miré
No saben las tristezas
Que en mi alma han dejado
Aquellos ojos verdes
Que yo nunca besaré

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...